Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 28 de julho de 2017

DESCOBERTAS

DESCOBERTAS
     A fé nos remete a descobertas extraordinárias abrindo caminho para que, pela luz, tenhamos nossa compreensão não só ampliada, mas também aquecida pelo vigor do sagrado.                    
      Madalena traz consigo suavidade impressionante fazendo com que a aflição se renda à mansidão do espírito estampado por sua própria expansão. O carinho brotado de acolhimento tão caloroso faz com que o sentimento sinta a maciez confortante daquilo que enche de disposição o corpo ido de encontro ao seu próprio achado.
     Estar na paz capaz de ampliar o diálogo do querer faz com que o amor encontre força em sua trajetória tão fascinante quanto indescritível.
     WWW.hellowebradio.com ... descobertas a nos libertarem sempre.
Belo Horizonte, 28 julho 2017
VELOCIDADE
      Xamã pergunta se já parei pra pensar na velocidade de tudo que acontece. Tomo susto com impacto de indagação tão objetiva. De imediato penso no significado da velocidade, na razão de ser de cada deslocamento que faço, na direção de cada caminho que assumo.
      Qual o verdadeiro sentido de cada ida minha, sua, de cada um de nós? É interessante perceber que nem sempre vamos para onde queremos ir, que nem sempre ficamos onde queremos ficar. E quando acordamos para determinados fatos, a sensação de que tudo passou tão rápido!
     Será que a velocidade proposta por nós mesmos é a que queremos para nós mesmos?
Belo Horizonte, 18 março 2014


quinta-feira, 27 de julho de 2017

ENFRENTAMENTO

ENFRENTAMENTO
     A fé não se abate diante do mal. A fé rejeita o movimento impulsivo e o exercício da paciência mesmo realçado pela dor. Sacrifício? Não, não é sacrifício quando, pela fé, conseguimos entender o efeito da determinação.
      Não é fácil adentrar pelos labirintos da fé, mas difícil mesmo é não se permitir à fé quando, com a devida seriedade, buscamos encontrar aquilo que de fato venha a nos contemplar com o que nos fortalece. Para quem não se permite à fuga fugir termina por constituir fraqueza e sentimento de covardia a fazer com que apareça o agir da perversidade.
     Seguir o caminho da fé é encorajar o espírito para que, da sua própria libertação possa exuberar o amor em sua mais solene expressão.
     www.hellowebradio.com ... fôlego nutrido pela fé.
Belo Horizonte, 27 julho 2017
VIRTUDE DO MEDO
     Xamã parece desconhecer o medo, mas é apresentado ao respeito e se mostra atento a ele.
     Na verdade, o medo tem estreita relação com o respeito e há quem diga até ser o medo uma atitude de respeito. Prefiro, no entanto, atentar para o medo como sendo espécie de sinal, ou sinalizador, a mostrar algo tão sutil quanto pertinente.
     Entendo haver no medo motivação para que avaliemos mais de perto o nosso espírito de fé. Quanto mais próximo se faz o medo, mais distante se apresenta a fé. Isso não quer dizer que a fé se resuma a mera atitude de coragem, mas pela fé conseguimos elevar a confiança que, por sua vez, inibe a ação do medo em nossas vidas.

Belo Horizonte, 13 maio 2014 

quarta-feira, 26 de julho de 2017

DESTRAVAMENTO

DESTRAVAMENTO
      Não adianta querer cultivar a fé só para se beneficiar dela porque em meio a esse cultivo o benefício virá após dedicação e persistência. Sendo assim, nem tudo no universo da fé representa benefício direto ou imediato. Neste sentido, o que para alguns poderá significar perda de tempo, para outros o tempo dito perdido apresentará ganhos no reconhecido como tempo da resposta.
     Para a fé a perseverança se mostra imprescindível e com ela o desempenho da paciência capaz de distinguir o que fecha do que abre caminho para o encontro do que buscamos. Daí a necessidade de disposição desprendida do que trava o nosso acreditar.
      Nem sempre devemos seguir a pura e simples manifestação dos nossos impulsos.
      www.hellowebradio.com ... fé no florescer da verdade.
Belo Horizonte, 26 julho 2017
GRATIDÃO
     Gratidão é algo que sempre faz por merecer muito cuidado. Tratar a gratidão de maneira atabalhoada é perigoso demais Xamã, porque quando a pessoa não manifesta espírito de gratidão tende a ser desafiada com muito mais rigor pelo que está por vir.
     Então, sair por aí execrando o mundo e com jeito de ser sempre mais importante que todos, pode ser motivo de muito tropeço.
     Essa coisa de querer dar o passo maior que a perna pode levar ao chão o que se pretende erguer ao céu. Ninguém está livre de surpresas avessas ao que se pretende conquistar. Ignorar os sinais a mostrarem perda de suficiência é algo que faz por merecer tratamento, no mínimo, mais meticuloso.
     A arrogância está mais para a destruição do que para a construção do que buscamos alcançar.

Belo Horizonte, 04 maio 2014

terça-feira, 25 de julho de 2017

CRESCENDO NA FÉ

CRESCENDO NA FÉ
     Mas é lógico que a mentira não tem nenhuma relação com o espírito da fé. Mesmo a mentira involuntária, aquela que age sem que a pessoa perceba que está dando a ela alimento com atitudes que não conferem em nada com o que possa fazer por merecer constatação coerente, ou compatível com seu dizer ou intenção.
     A fé purifica a verdade e por isso mesmo é que crescer na fé significa o mesmo que legitimar todo e qualquer propósito de avanço. Não adianta querer que pelo convencimento raso estejamos aprofundando nosso viver naquilo que de fato venha a dignifica-lo. Ninguém consegue ser verdadeiro camuflando a verdade do seu próprio ser.
      WWW.hellowebradio.com ... fé disponibilizando fé.
Belo Horizonte, 25 julho 2017
LEITURAS EQUIVOCADAS
     Vivemos no Brasil momento de muita contradição política porque está tudo muito intoxicado pela mentira. Há um mal estar em meio a posturas enganosas que terminam por dar à realidade dose elevada demais de fantasia.
     Xamã agora não pode ver uma folha de papel à solta que parte pra ela numa atitude literal de quem tem fome e sede de palavras. É lógico que, como cão, Xamã não sabe e nem tem o propósito de aprender a ler, isso é coisa de nós humanos. Mas o cão percebe haver muitas e muitas pessoas que aprenderam a ler e que sabem ler, mas que insistem em fazer leituras totalmente equivocadas do que está na evidência dos fatos.

Belo Horizonte, 09 maio 2014

segunda-feira, 24 de julho de 2017

FÉ E VERDADE

FÉ E VERDADE
      Para trilhar pela fé não há outro caminho que não seja o da verdade.
     Para entender a verdade não há outro caminho que não seja o da fé. Não há meio termo na fé e nem tão pouco rotas de fuga na verdade. Para alcançar a fé, a busca da verdade, enquanto que para buscar a verdade não é preciso mais que simples gesto de entrega ao espírito da fé. Diante da fé a simplicidade do entendimento revelado pela verdade feita em luz a iluminar até mesmo o que vai além nossa visão. É pela fé que o silencio traduz a verdade, é pela verdade que a compreensão fortalece o espírito da fé.
     WWW.hellowebradio.com   ... fé que nos remete à verdade.
Belo Horizonte, 24 julho 2017
SILENCIO SOMBRIO
     Você sabe o que foi e o que é o Fórum de São Paulo? Você sabe da posição clara e objetiva de cada candidatura à presidência do Brasil a respeito do Fórum de São Paulo?
     É estranho haver no jornalismo brasileiro tamanho silencio a respeito do Fórum de São Paulo que tem em sua base intenção de transformar o Brasil em País socialista como integrante de uma ação revolucionária da América latina. Uma evidente ameaça à soberania nacional do Brasil e que abre caminho para negociações internacionais com inserção de “cláusulas secretas”.
     Não será o tema Fórum de São Paulo mais importante do que tantos que ocupam os noticiários brasileiros?
     Queremos um Brasil regido por modelo implantado em países como Cuba e Venezuela?
Belo Horizonte, 07 maio 2014


domingo, 23 de julho de 2017

RASTRO DO TEMPO

RASTRO DO TEMPO
      Parede descascada, rastro do tempo.
     Entre a lembrança e o esquecimento rastro do tempo passado num presente sem futuro.
     Entre a aceitação e a recusa rastro do tempo que segue ausente do que aparenta ser coisa qualquer de significado nenhum.
      Haverá definição do nada?
     A conversa que antes se mostrava tão necessária se perdeu no rastro inexistente do tempo que não achou tempo para vir a ser o que não foi.
     Na contemplação da fé não há espaço para que o tempo traga consigo nada que não seja o que é. Para a fé o viver não é brinquedo que em um momento é servido como apego para diversão e em outro tratado pelo mais frio desprezo.
     Pela fé é que a vida se dá ao respeito.
     www.hellowebradio.com ... seriedade ao agir da fé.
Belo Horizonte, 23 julho 2017
EVIDÊNCIA
     É evidente o aumento da população dos moradores de rua em Belo Horizonte. O que mostra clara contradição com o que é dito pelas sucessivas propagandas dos projetos sociais, sobretudo implantados pelo governo federal.
     É só dar uma caminhada com Xamã por uma pequena parte do que é hoje a capital mineira para encontrar com muitos, mas muitos mendigos alojados sob marquises, praças públicas e portas de lojas do comércio enquanto o dia não amanhece.
      A miséria, ao contrário do que é dito em muitos discursos empolados, aumenta sem esconder a realidade que insistem em querer anunciar como sendo promissora.
     Em um País onde a crença na mentira rende votos e poder toda perspectiva de progresso cai no abismo da ilusão.

Belo Horizonte, 30 abril 2014 

sábado, 22 de julho de 2017

DESGARRANDO

DESGARRANDO
     A fé não se limita à obtenção de milagres e nem tão pouco ao atendimento daquilo que se faz presente ao mundo das nossas vidas. A fé vai além do que inclusive a vida cisma em querer para si. A fé pode até ser capaz de nos libertar da vida que tanto nos aprisiona em meio a passagens que sequer respeitam a exaustão da gente.
     Chega momento em que não dá mais para segurar o que não seja, ou esteja no mais solene espírito da fé. O resto, muito cá entre nós, é que se dane.
     Chega momento em que se impõe o que trata de decompor toda e qualquer imponência.
     Pelo despojamento da fé, eis que surge a verdade arrancando tudo que não seja simplesmente verdadeiro.
     Para quem quer a perversidade, que fique com ela e que dela tire bom proveito.
      WWW.hellowebradio.com ... baita interrogação no coração.
Belo Horizonte, 22 julho 2017
DA CORRUPÇÃO
     A corrupção jamais deverá ser aceita como atitude convencional em que os meios justificam os fins. Trata-se de comportamento abominável em toda sua extensão que não basta ser detectada, mas tratada como crime quanto mais quando promove desvio de dinheiro público. É algo que fere profundamente a confiança depositada em quem, por força do poder, corrompe.
     Na essência, tanto a corrupção ativa, realizada por quem a promove, quanto a corrupção passiva, assumida por quem a encobre, caracterizam ato criminoso de igual teor.
     De que adianta, após desvendar a corrupção, não punir e nem tão pouco impor exigência clara de ressarcimento do dinheiro desviado?
     Tá vendo só Xamã o que acontece quando confiamos em quem não faz por merecer nossa confiança?

Belo Horizonte, 27 abril 2014